DVD: “Balas Que Não Erram” (No Name on the Bullet, 1959)

A presença de Audie Murphy em um de seus muitos westerns “B” geralmente traz ao espectador a certeza de que o mesmo assistirá aquele exemplar bem simplório do gênero. Trata-se daquele filme bem rápido, rasteiro e convencional com uma história onde estarão presentes todos os clichês típicos dessas pequenas produções. O tipo de faroeste que o seu tio ou o seu avô – e esse jovem que vos escreve – curte assistir sem pretensões em uma manhã de sábado. O próprio Murphy fazia o costumeiro papel do líder de uma cavalaria militar que encara a fúria dos raivosos apaches ou do pistoleiro de bom coração/obstinado homem da lei que encara um poderoso vilão e termina o filme na companhia da linda mocinha.

BALAS QUE NÃO ERRAM, lançamento da Classicline, passa longe de ser um desses filmes.

balas_cafe

John Gant (Audie Murphy) é um famoso assassino de aluguel que chega na pequena cidade de Lordsburg. O mero anúncio da presença do pistoleiro acaba com a calma do lugar e provoca medo em muitos dos seus habitantes, especialmente dos cidadãos proeminentes como o xerife Buck Hastings (Wills Bouchey), o dono de mina Stricker (Karl Swenson) e o banqueiro Pierce (Whit Bissell). E com razão: Gant não aparece em uma cidade sem motivo, ele está atrás do seu próximo alvo e não pretende se retirar do local até exterminá-lo. O personagem passa então a manipular cada uma dessas pessoas, fazendo-as se sentirem culpadas pelos erros cometidos em seus passados. É o suficiente para a desconfiança e a violência tomarem conta de Lordsburg sem o sujeito mover um dedo.

O ‘modus operandi’ que a sinistra figura utiliza para escapar da punição da lei é bastante conhecido pelos xerifes das cidades pelas quais o Gant já passou…

Este slideshow necessita de JavaScript.

balas_xadrez

As únicas pessoas que aparentam não estar apavoradas com a chegada de Gant são Luke Canfield (Charles Drake), o médico da cidade e seu pai, o ferreiro Asa (R. G. Armstrong). É através das conversas com Luke onde o personagem do misterioso pistoleiro fica ainda mais interessante com trocas de diálogo como essa:

– Eu gosto de você, Médico. Somos parecidos. Você e eu devemos ser os únicos homens honestos dessa cidade.
– Não se compare comigo. Não temos nada em comum.
– Todo mundo morre.

Jack Arnold (mais reconhecido por obras seminais do sci-fi/horror como “”A Ameaça que Veio do Espaço”, “A Criatura da Lagoa Negra” e “O Incrível Homem que Encolheu”) produz e dirige esse belo e esquecido faroeste psicológico com extrema competência. BALAS QUE NÃO ERRAM é um daqueles trabalhos onde as limitações do baixo orçamento só ajudaram a um diretor talentoso como Arnold na criação de uma crescente atmosfera de medo e paranóia, o que só fez o filme envelhecer muito bem.

A segurança do diretor também é notável em uma narrativa onde vários personagens coadjuvantes e secundários tem total relevância para o filme, cujo ritmo praticamente não tem gordura na amigável duração de 77 minutos. O roteiro foi escrito pelo prolífico Gene L. Coon, outro importante nome da ficção científica por ter sido um dos principais autores por trás da série “Jornada nas Estrelas”.

balas_que_nao_erram

Curiosamente, a premissa e desenvolvimento de BALAS QUE NÃO ERRAM lembram o clássico episódio da série “Além da Imaginação” intitulado “The Monsters Are Due on Maple Street” (1960), escrito por Rod Serling. Esse roteiro de Serling ganhou uma ótima refilmagem que reflete o pavor instaurado nos EUA pós-11 de setembro no 2o. revival da série em 2002-2003.

A Classicline é a distribuidora que mais lançou filmes do Audie Murphy no nosso mercado doméstico. O faroeste psicológico de Jack Arnold possui uma boa apresentação nesse DVD. O disco preserva a janela correta do filme, oferece opção de áudio original em inglês com legendas em português e espanhol e áudio dublado em português (‘dublagem clássica’ para a alegria de muitos colecionadores de faroeste) e o trailer de cinema – sem legendas.

Todas as imagens do filme na resenha foram capturadas a partir dessa edição em DVD que pode ser adquirida nas melhores lojas.

Anúncios

Um comentário sobre “DVD: “Balas Que Não Erram” (No Name on the Bullet, 1959)

  1. Pingback: DVD: Na Rota dos Proscritos (Ride a Crooked Trail, 1958) |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s